Dallé Hotel - 8 dicas para você se dar bem durante viagem para o Uruguai
  • Dallé Hotel -


  • Dallé Hotel - Dallé Hotel

    Dallé Hotel


    Seja bem-vindo ao Dallé Hotel, a qualidade Dallé a serviço da hotelaria

  • Dallé Hotel -


  • Dallé Hotel -


Faça a sua
reserva

Dallé Hotel - 8 dicas para você se dar bem durante viagem para o Uruguai

8 dicas para você se dar bem durante viagem para o Uruguai


12/12/2019 Dallé Hotel

Neste post do blog reunimos algumas dicas importantes para você que está com viagem para o Uruguai. Saiba quando ir, com o que se preocupar e como fazer as melhores escolhas para que sua viagem seja a mais proveitosa possível.

 

No planejamento do roteiro, são muitos pontos que precisam ser pensados e muitas dúvidas surgem. Para isso, estamos aqui para te ajudar! Confira tudo o que você precisa saber antes de viajar para o Uruguai, seja para a capital Montevidéu ou qualquer outro destino do país. São dicas e informações importantes para se preparar, uma listinha que será essencial para você se organizar. Seguem as dicas!

Melhores épocas para ir ao Uruguai

As melhores épocas para viajar ao Uruguai podem variar de acordo com o interesse de cada pessoa. Se quer curtir o frio, compre passagens entre junho e agosto, meses do inverno mais rígido. Se a intenção é curtir o verão em uma das praias, vá entre dezembro e fevereiro.

 

A minha preferência é por viajar ao Uruguai em época de frio, acredito que tudo fica mais charmoso e interessante. Acho que o Uruguai e suas principais atrações combinam mais com o inverno.

Aquecedores de ambiente e de água

Caso você viaje para o Uruguai no inverno mesmo, não terá que se preocupar com calefação e água quente se ficar em algum dos hotéis da região. Porém, caso alugue um quarto particular por conta, ou for morar no Uruguai, certifique-se de que o ambiente possui ar quente e informe-se sobre a forma de aquecimento da água. Um quarto aquecido no inverno faz muita diferença para quem procura conforto e especialmente para pessoas que não estão acostumadas com climas frio.

 

E uma das coisas mais desagradáveis, na minha opinião, é tomar banho frio, ainda mais no inverno. Muitos locais possuem um sistema de aquecimento que esquenta uma quantidade limitada de água para banho. Se você não se atentar a isso, a água quente pode acabar antes do tempo preciso. Isso também pode ser um problema para quem viaja com mais gente, pois o aquecimento de uma nova demanda de água pode levar algum tempo.

Segurança no Uruguai

O Uruguai é um país relativamente seguro. Não tive problemas em relação à segurança no tempo que fiquei por lá, nem me senti, em momento algum, explorada ou insegura por ser turista. Usei o transporte coletivo (ônibus), andei bastante a pé, inclusiva à noite e foi tudo tranquilo.

 

Para que vocês tenham um pouco mais de noção, de acordo com o Índice Global da Paz de 2017, o Uruguai é o 35º país mais tranquilo de 163. O Brasil ocupa a posição 108 do ranking. Na América do Sul, o Uruguai só perde para o Chile, 24º país com mais paz.

 

Sim, é claro, tomar cuidado nunca é demais. Melhor não dar chances para o azar, vai que, né… Evitem andar com muito dinheiro na carteira ou itens de valor à mostra. O país é tranquilo, mas obviamente também possui criminalidade, ainda que em uma proporção menor. Nesse matéria sobre brasileiros que foram vítimas no Uruguai você pode conferir um dos casos, noticiados pela mídia, de furtos a turistas no país.

 

Em caso de assalto e perda de documentos, o Consulado-Geral do Brasil em Montevidéu recomenda que seja feito um boletim de ocorrência na delegacia mais próxima e, depois, com esse documento em mãos, deve ser solicitada ao Consulado uma Autorização de Retorno ao Brasil (ARB).

Não precisa de visto para o Uruguai

Não é necessário visto para alguém do Brasil viajar para o Uruguai. São aceitos como documento de identificação a carteira de identidade (emitida com menos de 10 anos) ou o passaporte. A carteira de motorista não tem validade para entrada e permanência no Uruguai, não esqueça!

Use o cartão de crédito

Como já falamos no post sobre dicas de compras no Uruguai, visando incentivar o turismo, o país devolve um percentual dos impostos de turistas em compras com cartão de crédito. Por isso, vale a pena pagar com cartão sempre que possível, mesmo com IOF.

 

Obviamente, nem todo lugar que você for aceitará cartão, ainda mais em cidades e estabelecimentos menores. Por isso, assim que chegar no seu destino, troque alguns reais por pesos uruguaios para ter qualquer dinheiro em mãos quando for preciso.

 

No aeroporto, como de costume, o câmbio é desfavorável. Troque somente o necessário para o transporte. Eu troquei os meus reais por lá mesmo, levei alguns dólares por segurança, mas no câmbio não muda muita coisa. Alguns estabelecimentos aceitam ainda o pagamento em reais.

Tomadas e tensão

Eu, particularmente, costumo esquecer das benditas tomadas que variam de região para região. No Uruguai, o padrão é o de três pinos (bolinhas) um ao lado da outro, embora ainda possa ser encontrado um outro modelo de três risquinhos. No primeiro caso, o padrão antigo do Brasil de dois pinos se adapta bem. Já no segundo caso e no do novo padrão brasileiro, há necessidade de um adaptador – a maioria dos hotéis dispõem desse tipo de item.

 

Ainda é importante lembrar que a corrente elétrica é de 220v. Atente a isso caso leve aparelhos que não sejam bivolt.

Pode beber água da torneira, mas…

A água das torneiras uruguaias em geral são próprias para o consumo. Entretanto, se você for para uma região mais isolada, como praias menores, consulte alguém que more no local ou opte pela água mineral.

Emergência médica

O site do Consulado-Geral do Brasil em Montevidéu informa que não há atendimento médico gratuito para estrangeiras e estrangeiros no Uruguai. Portanto, caso você já tenha algum problema de saúde ou simplesmente queira viajar com 100% de tranquilidade, faça um seguro médico internacional antes de embarcar para o país.

 

Não há exigência de vacinas para ingressar no em terras uruguaias.

 

Considerações finais

Se você chegou até aqui e ainda quer mais dicas, não deixe de acessar os outros posts do blog. Há informações sobre diferentes tipos de hospedagens, passeios, transporte e muito mais. Caso você ainda fique alguma dúvida ou tenha alguma sugestão, aguardamos seu comentário!

 

Fonte: Quero Viajar Mais

 

 




Dallé Hotel - Todos os direitos reservados - 2020